Instruções para autores

Informações gerais

 

- Prazo de envio: fluxo contínuo.

- O autor deverá fazer o envio para o e-mail rab.submissao@gmail.com. Coloque o assunto do e-mail como “SUBMISSÃO – ARTIGO”.

- Custo da publicação do artigo para o autor: zero.

- O trabalho deverá ser escrito em PORTUGUÊS, em formato DOC ou DOCX, folha tamanho A4, margens de 3 cm (superior e esquerda) e 2 cm (inferior e direita), fonte Arial 12, espaço 1 (simples), justificado.

Palavras estrangeiras devem ser colocadas em itálico. Exemplo: ad eternum; site; layout; printscreen. Dê preferência, se possível, a equivalentes em português.

Nomes de páginas, iniciativas, livros, projetos e similares devem ser colocados em versalete. Exemplo: Nomes científicos; Colecionadores de ossos; O macaco nu; A Bruxa.

 

- O artigo deverá ser apresentado de forma COMPLETA, contendo:

Título - utilizar maiúsculas apenas para a primeira letra do título e para a primeira letra de nomes próprios.

Nome completo do(s) autor(es) - sem abreviações.

Instituição de origem – ex: Laboratório de Entomologia Urbana e Cultural, Departamento de Zoologia, Instituto de Biociências, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO), Rio de Janeiro, RJ.

E-mail: só do autor de contato.

Resumo - em língua portuguesa, com máximo de 200 palavras.

Palavras-chave (em ordem alfabética, sem repetir as palavras do título).

Título em inglês, resumo em inglês (abstract), palavras-chave em inglês (keywords).

Texto - deve apresentar as seções (quando pertinente): Introdução, Objetivos (que podem estar inseridos na introdução), Material e Métodos, Resultados e Discussão (juntos ou separados), Conclusão ou Considerações Finais, Referências.

- Figuras (fotos, desenhos e gráficos) e tabelas: não deverão estar inseridas no texto, sendo enviadas em arquivos separados (um arquivo para cada figura), devidamente numeradas de acordo com sua legenda. As figuras devem estar na melhor resolução possível, sendo essas com, no mínimo, 200 dpi. Os formatos aceitáveis são PNG, TIF ou JPG. Figuras baixadas da internet devem citar a fonte.

Tabela – deve estar de acordo com as margens, mesmo que continuada em uma nova tabela na página seguinte. Nesse caso, terá repetida a legenda, com o acréscimo da palavra “continuação” (entre parênteses) ao final. AS TABELAS E QUADROS DEVEM SER EDITÁVEIS, E NÃO TRANSFORMADAS EM IMAGEM.

Não fazemos distinção entre tabela, quadro ou qualquer outro nome similar. Se tem configuração tabular, com linhas e colunas, é aqui considerado TABELA, independentemente do conteúdo ser de palavras ou números, e das margens serem abertas ou fechadas. No entanto, isso é apenas uma recomendação, cabendo aos autores a definição do estilo, com a concordância dos editores.

Legendas de figuras e tabelas devem estar inseridas no texto, em sua posição preferencial.  Será feito o possível para atender a sugestão de posicionamento.

- Nomes de gêneros e espécies de animais deverão ser, na primeira citação, acompanhados de autor e ano, ordem e família. Nomes de gêneros e espécies de vegetais deverão ser, na primeira citação, acompanhados de autor, ordem e família.

 

- Exemplo de citações:

Wayne (2012) afirmou que as borboletas Morpho Fabricius, 1807 (Lepidoptera: Nymphalidae) são azuis...

Wayne & Parker (2012) afirmaram que as borboletas Morpho Fabricius, 1807 (Lepidoptera: Nymphalidae) são azuis...

Wayne et al. (2012) afirmaram que as borboletas Morpho Fabricius, 1807 (Lepidoptera: Nymphalidae) são azuis...

... as borboletas Morpho Fabricius, 1807 (Lepidoptera: Nymphalidae) são azuis (Wayne, 2012)...

... as borboletas Morpho Fabricius, 1807 (Lepidoptera: Nymphalidae) são azuis (Wayne & Parker, 2012)...

... as borboletas Morpho Fabricius, 1807 (Lepidoptera: Nymphalidae) são azuis (Wayne et al., 2012)...

... as borboletas Morpho Fabricius, 1807 (Lepidoptera: Nymphalidae) são azuis (cf. Wayne et al., 2012)...

... há alguns estudos que dizem que as borboletas Morpho Fabricius, 1807 (Lepidoptera: Nymphalidae) são azuis (e.g. Wayne et al., 2012)...

 

 - Exemplo de referências:

. Grayson, R. 2012. As borboletas. In: Wayne, B.A. & Parker, P.B. (ed.), Entomologia básica. Editora Alpha, p. 77-98.

. Wayne, B.A. 2012. Acasalamento de borboletas azuis [on-line]. Disponível em: www.youtube.com/watch?v=Ky4iXScX5&feature=em-share_video_user. Acesso em: 23 de julho de 2015.

. Wayne, B.A. 2012. Acasalamento de borboletas azuis. Borboletas bonitas [on-line]. Disponível em: www.borboletasbonitas.com/&feature=em-share. Acesso em: 23 de julho de 2015.

. Wayne, B.A. & Parker, P.B. 2012. Entomologia básica. Editora Alpha.

. Wayne, B.A.; Parker, P.B. & Prince, D. 2012. Aspectos biológicos de Morpho sp. Revista da Academia de Ciências de Gotham 5(1): 8-25.

. Wayne, B.A. 2012. Eu, os morcegos e a noite. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais). Universidade Comunitária de Gotham.

. Wayne, B.A. & Parker, P.B. 2012. A inusitada associação entre morcegos e aranhas. In: III Encontro Anual da Academia de Ciências de Gotham – Livro de resumos. Academia de Ciências de Gotham, p. 83.

 

Recomendamos fortemente aos autores a atentarem para erros ortográficos e de digitação, assim como a conferência das citações e referências antes da submissão.

Advertimos que plágio é crime e caso seja detectado, implicará em recusa imediata do trabalho.

 

- Além de artigos científicos tradicionais, são aceitos ARTIGOS DE OPINIÃO, ARTIGOS DE RELATO DE CASO (ou EXPERIÊNCIA), COMUNICAÇÕES, RESENHAS, CARTILHAS e LIVROS, sempre versando sobre tema dentro do escopo da revista. Adicionalmente, a partir de 2022, a revista passa a aceitar MONOGRAFIAS, DISSERTAÇÕES e TESES, desde que aprovadas por curso de graduação ou programa de pós-graduação, e versando sobre tema dentro do escopo da revista.

 

- Antes de submeter manuscrito de ARTIGO DE OPINIÃO, RESENHA (de livro ou similar), LIVRO ou CARTILHA, contacte a editora ou o editor-adjunto.

- ARTIGOS DE OPINIÃO e ARTIGOS DE RELATO DE CASO devem seguir as mesmas instruções de elaboração dos artigos científicos tradicionais (especificadas acima).

- COMUNICAÇÕES devem se limitar a 5 a 7 páginas de texto completo no manuscrito, incluindo as figuras, e incluir título, autor(es), afiliação(ões), e-mail de contato de um autor, resumo, palavras-chave, título em inglês, abstract, keywords (dentro das mesmas regras de um artigo científico tradicional), corpo do trabalho em texto contínuo (podendo ser dividido em parágrafos), agradecimentos (opcionais) e referências.

- COMUNICAÇÕES e RESENHAS não serão publicadas isoladamente em um número e sim em números que contenham ao menos um artigo científico tradicional, ARTIGO DE OPINIÃO ou ARTIGO DE RELATO DE CASO.

- LIVROS e CARTILHAS serão publicados em números especiais do volume relativo ao ano em questão, não seguindo a paginação regular do volume. A formatação de LIVROS e CARTILHAS é livre, sendo que os editores incluirão informação relativa à revista A Bruxa e seus dados de publicação.

- MONOGRAFIAS, DISSERTAÇÕES e TESES devem ser submetidas com a ATA de aprovação da instituição de origem e ser inéditas (SEM QUALQUER PARTE INTEGRANTE JÁ PUBLICADA). Caso aprovadas pelos editores e pareceristas, serão publicadas, também de modo especial, sob o título de “artigo monográfico”. Devem ser submetidas da mesma forma como foram entregues ao respectivo programa de graduação ou pós-graduação (versão final incorporando as correções apontadas pela banca examinadora), com a formatação específica do programa em questão – ou com, no máximo, algumas correções ortográficas adicionais. Devem ser numeradas, com algarismos arábicos sequenciais, sendo a página inicial numerada como “2” – A página 1 é reservada para os editores incluírem a autoria e os dados de publicação. O aluno autor da monografia ou similar é o primeiro autor (ou autor único) do trabalho. Podem ser coautores do trabalho o(s) orientador(es) e componentes da banca examinadora original. Como A Bruxa tem como uma de suas regras pétreas o fato de seu conteúdo ser em português, não são aceitos monografias e similares em outros idiomas.

- Enfaticamente recomendamos, do mesmo modo do que acontece com os artigos científicos tradicionais, a inclusão de figuras nos ARTIGOS DE OPINIÃO, ARTIGOS DE RELATO DE CASO, COMUNICAÇÕES, RESENHAS, LIVROS e CARTILHAS.

 

Análise dos trabalhos

 

Após a avaliação pelos editores, os trabalhos serão enviados a dois revisores ad hoc.

 

Correções, alterações, sugestões e comentários serão feitos com a utilização da ferramenta corretor do Word. Comentários adicionais feitos pelos editores e/ou revisores poderão ser enviados aos autores em documentos adicionais.

 

Os trabalhos (com exceção das monografias ou similares) poderão ser enquadrados, pelos revisores, em três categorias:

(1) aceitos, sem necessidade de revisão pelos autores;

(2) aceitos, com necessidade de revisão pelos autores;

(3) não aceitos.

 

Monografias e similares serão analisados com base no “ou tudo, ou nada”, ou seja, serão aprovadas ou reprovadas na íntegra pelos pareceristas e editores de A Bruxa – no máximo com uma ou outra recomendação de alteração.

 

 - A submissão do trabalho implica em autorização para sua publicação integral, sem qualquer ônus.

- As informações apresentadas nos trabalhos são de responsabilidade exclusiva de seus autores.

- Os direitos dos artigos pertencem a seus autores. Porém, imagens ou parte do texto poderão ser utilizadas pela revista em atividades de divulgação, com o devido crédito à autoria. A submissão do trabalho representa a concordância com esse procedimento.